domingo, 30 de setembro de 2012

O QUE FAZ O VEREADOR ? ? ?

O QUE FAZ  O VEREADOR  ? ? ?

Por João Baptista Herkenhoff

No próximo dia sete de outubro, o povo brasileiro elegerá, em cada município, o Prefeito, o Vice-Prefeito e os Vereadores.

Este texto, publicado poucos dias antes do pleito, parece-me assim bastante oportuno. Acresce que primeiro de outubro é o Dia Nacional dos Vereadores. Essa efeméride reforça a boa inspiração de tentar responder, através destas linhas, a pergunta que dá título ao artigo.


Quase sempre os cidadãos têm consciência da importância de votar bem na escolha do Chefe do Poder Executivo local. Mas é comum não se prestar muita atenção em que é o Vice-Prefeito do candidato escolhido. Também é frequente não se cuidar muito bem da escolha do Vereador.


O Vice-Prefeito é o substituto do Prefeito, não somente nos impedimentos eventuais, como no caso de sucessão por vacância do cargo.


Inúmeros vices têm tido ascenção efetiva aos mandatos, nos municípios, nos Estados e até mesmo em nível federal.


Ao votar no candidato a Prefeito, o eleitor sufraga, automaticamente, o Vice que o acompanha. Se o Vice não merece de modo algum a indispensável confiança, o certo é escolher a dupla (Prefeito e Vice) que mereça o crédito cívico.


Quanto aos Vereadores, integram a Câmara Municipal, ou seja, desempenham a função de Poder Legislativo, no âmbito local.


O Município é a célula fundamental da vida cidadã.


Da mesma forma que o tão popular violão é uma caixa de ressonância que recolhe as vibrações da corda para amplificá-las, a Câmara Municipal deve ser a caixa de ressonância da cidadania. Ouvir o povo e amplificar a voz do povo é tarefa que a justifica e engrandece.


Os vereadores têm relevante papel dentro da comuna. Discutem e votam as leis municipais, elaboram o Orçamento, fiscalizam as contas dos Prefeitos, devem cuidar de tudo que interessa à coletividade. Ninguém está mais perto do povo que o Vereador.


Não digo que o vereador deva ser, necessariamente, um intelectual, um douto, mas é bastante aconselhável que tenha um certo discernimento para desempenhar corretamente sua função.


Não se pode conceber, por exemplo, que um vereador desconheça a Lei Orgânica do seu Município, pois esta lei tem a força de uma verdadeira Constituição Municipal.


Parece-me que agem com sabedoria aqueles municípios que promovem um treinamento dos respectivos vereadores, depois de eleitos, antes do início da legislatura. Melhor ainda se fossem submetidos a treinamento os candidatos, levando-se ao conhecimento público o nome daqueles que, com humildade, aceitassem ser treinados. Esta útima proposta, contudo, é inexequível para o pleito que se avizinna.


João Baptista Herkenhoff, Juiz de Direito aposentado, é professor da Faculdade Estácio de Sá do Espírito Santo e escritor. Homepage: www.jbherkenhoff.com.br - E-mail: jbherkenhoff@uol.com.br

sábado, 29 de setembro de 2012

AZARES DO LULA E A ESTRELA DECADENTE DO PT

AZARES DO LULA


Maria Lucia Victor Barbosa

27/09/2012

Durante três eleições seguidas houve árduas tentativas da parte do PT para chegar à presidência da República, mas faltava ainda o essencial, um bom marketing capaz da mágica que faz do feio o bonito, do sórdido o honrado, do mentiroso o verdadeiro. Afinal, não é com imagens construídas com perfeição que a política é feita?

Então, apareceu o mago Duda Mendonça e sua arte suprema de propaganda enganosa como o é quase toda propaganda, sobretudo, a política. Foi elaborada a Carta do Povo que apaziguou com êxito os desconfiados. Adesões e coligações inimagináveis para o PT de outrora foram consumadas. E o mais importante: foi cuidadosamente fabricada a imagem falsificada do “Lulinha de paz e amor”.

Estas técnicas e táticas levaram finalmente o PT ao cobiçado cargo na quarta tentativa. Como normalmente acontece com os revolucionários que alcançando o poder se esmeram em fazer com mais precisão o que antes criticavam, ao vencer Lula e companheiros deram alegremente adeus à ética e à ideologia de esquerda que varia conforme as circunstâncias e possui tendência acentuada para o desfrute das delícias da burguesia. Ás favas com escrúpulos e transparência. E, assim, aconteceu entre outros fatos nada edificantes a compra de votos dos congressistas da enorme base aliada de Sua Excelência Lula da Silva. Foi o maior escândalo de corrupção nunca antes havido nesse país e alcunhado por Roberto Jefferson de “mensalão”.

Lula sempre dizendo como qualquer ladrão de galinha que não sabia de nada que se passava sob seu nariz. Quer dizer, ou ele é totalmente idiota ou se locupletava com a corrupção, exercendo seu mandonismo e seus instintos autoritários a todo vapor para alicerçar um poder cada vez maior no qual o Executivo se avantajava e o Legislativo se tornava um bando de marionetes manipulado por seus desejos.

Lula não é idiota. Por isso começam pela primeira vez a surgir várias opiniões afirmando que é ele e não José Dirceu o poderoso chefão da engrenagem de compra de votos que teve como “gerente” ou “boy de luxo”, Marcos Valério.

Esta suposição que enxovalha o mito não está ainda comprovada juridicamente. Contudo é significativo que Lula tenha feito o possível para evitar o julgamento do “mensalão”, desde implantar a CPI do Cachoeira para distrair as atenções até chantagear o ministro Gilmar Mendes para que este adiasse o processo para depois das eleições.

Dirão alguns que foram exatamente as eleições que preocuparam Lula. Ele quer ganhar todas as prefeituras que puder e, mais do que todas, a de São Paulo. Mas, seria só isso ou intuía que viria à tona a perigosa desconfiança sobre seu envolvimento no escândalo?

Impressiona também a fúria de que foram tomados seus adeptos para defendê-lo e ao seu lugar-tenente, José Dirceu. Partem para ultrajar a instância mais alta da Justiça no sentido de desqualificar o julgamento que tem tido na figura do ministro Joaquim Barbosa o exemplo de como se julga estribado na lei e na justiça.

Surge um manifesto sem pé nem cabeça de artistas e o presidente do PT, Rui Falcão, afirma que o julgamento do “mensalão” é golpe das elites sujas e da imprensa.

Golpe em quem? Lula não é mais presidente, portanto, não pode sofrer um impeachment. Tudo está sendo julgado com base nos fatos, provas e testemunhas armazenados em enormes calhamaços de milhares de páginas. Oito ministros foram nomeados por Lula e Rousseff e é notório que o ministro Lewandowski procura retardar ao máximo o julgamento, enquanto o ministro Toffoli que deveria ter se considerado impedido de participar dadas suas ligações com José Dirceu permanece para votar. Mais ainda, o julgamento ainda levará bom tempo e, apesar da maioria dos ministros estarem seguindo o voto técnico do ministro Barbosa não se sabe o que vai acontecer. Por que, então, o desespero dos defensores de Lula?

Golpe é dos que afrontam o Judiciário. Parecem querer igualar esse Poder independente ao servil Legislativo. Até a presidente Rousseff, de forma prepotente e imprópria, mandou recado para o ministro Joaquim Barbosa por ter este citado uma sua afirmação quando era ministra de Minas e Energia. Ela deve pensar que ele faz parte de seu ministério onde manda e desmanda.

Note-se que quando o PT ajudou a derrubar o presidente Collor, tendo sido o então deputado Lula que propôs o impeachment, ninguém falou em golpe. Muito tempo depois Collor foi inocentado pelo STF.

Em todo caso, muitos têm sido os azares do Lula que sem cargo já não dispõe da imensa sorte que sempre o acompanhou. A doença lhe tira vigor nos palanques. As campanhas não estão favorecendo os candidatos do PT. O pouco comparecimento aos comícios em que ele aparece indica que a estrela do PT está decadente.

O julgamento do “mensalão” e as urnas confirmarão se isso é verdade ou se novos tempos estão por vir. Como se diz, “a esperança é a última que morre”.

Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga


www.maluvibar.blogspot.com.br

MORRE HEBE CAMARGO - 8 de março de 1929 /29 de setembro de 2012




Hebe Maria Monteiro de Camargo Ravagnani, mais conhecida como Hebe Camargo ou simplesmente Hebe (Taubaté, 8 de março de 1929São Paulo, 29 de setembro de 2012 foi uma apresentadora de televisão, atriz e cantora brasileira, tida como a "rainha da televisão brasileira". Ravagnani é seu sobrenome de casada. Morreu no dia 29 de setembro de 2012 por uma parada cardíaca em São Paulo.

DELUBIO SOARES E MONICA VALENTE UNIDOS NA ALEGRIA E NA TRISTEZA, NA SAÚDE E NA DOENÇA , NA RIQUEZA E NA POBREZA - REALMENTE "NUNCA ANTES NESSE PAÍS" SE VIU COISA IGUAL, ASSALTARAM E CONTINUAM TOMANDO CONTA..

A organização milionária da mulher de Delúbio

Mônica Valente comanda o escritório brasileiro de associação que recebe R$ 7 mi por ano para representar sindicatos

Josie Jeronimo
 
DONA DO COFRE
O ex-tesoureiro do PT (á esq.), Delúbio Soares, diz que depende da mulher,... Mônica Valente, para honrar suas despesas. Ela cobra um euro por filiado à associação que dirige
 
 
Exonerado do cargo de professor da rede pública de Goiás e vivendo oficialmente da renda de uma imobiliária virtual, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares costuma dizer que depende da mulher para honrar suas despesas. Mas não deve ser com os rendimentos do ofício de psicóloga que Mônica Valente tem conseguido ajudar o marido. Desde a militância à frente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) na década de 90, Mônica aprofundou sua atuação profissional no mundo dos sindicatos de servidores. Membro do diretório nacional do PT, a mulher de Delúbio comanda o escritório brasileiro da Internacional do Serviço Público (ISP), entidade que desempenha o papel de intermediário entre os sindicatos de funcionários públicos e organismos globais, como a Organização Internacional do Trabalho (OIT). A adesão das confederações à ISP custa um euro por filiado. Em conjunto, as 26 confederações filiadas à associação comandada por Mônica Valente repassam para ela R$ 7 milhões por ano das receitas obtidas com o imposto sindical. As informações foram confirmadas à ISTOÉ por dirigentes de entidades ligadas a esse braço brasileiro da organização internacional.  
 
O destino desse dinheiro todo, porém, é um mistério até mesmo para as entidades que pagam pela filiação. A ISP recebe recursos das confederações que representam os servidores públicos e não presta contas. Por isso, a filiação à ISP gera polêmica na base das confederações. Sindicalistas contrários ao repasse de dinheiro à associação alegam não entender para que serve o dinheiro aplicado na entidade para a representação internacional. Argumentam que os resultados da atuação da organização comandada pela mulher de Delúbio deixam a desejar. Em dez anos de existência, por exemplo, apenas uma denúncia contra cerceamento dos direitos trabalhistas teria sido aceita pela OIT. “Ela não tem participação nas principais causas, não tem programa. É mais uma entidade em que os dirigentes se apegam à estrutura para ter benefícios. Recebe arrecadação das entidades e não tem transparência”, critica Sandro Pimentel, um dos coordenadores da Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra). 
 

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Bancos espanhóis precisarão de 59,3 bilhões de euros 'para suportar calotes' (BBC)


Você está em Economia
Início do conteúdo

Bancos espanhóis precisam de 59,3 bi de euros em capital extra

28 de setembro de 2012 | 13h 18

Reuters
MADRI, 28 SET - Os bancos espanhóis precisam de 59,3 bilhões de euros (76,3 bilhões de dólares) em capital extra para lidar com um cenário de estresse econômico, mostrou nesta sexta-feira auditoria independente sobre 14 bancos feita pela consultoria Oliver Wyman.

O pior cenário, que não leva em conta créditos tributários ou futuros planos dos bancos para aumentos próprios de capital, leva em conta que a economia da Espanha teria uma contração de 6,5 por cento de 2012 a 2014.
(Por Fiona Ortiz)
Você está em Economia

Governo cancela primeira melhoria para Copa de 2014

Governo confirma adiamento do VLT de Brasília e cancela primeira melhoria para Copa de 2014

Por ESPN.com.br, espn.com.br, Atualizado: 28/09/2012

A menos dois dois anos da Copa do Mundo de 2014, o governo federal anunciou nesta sexta-feira o primeiro cancelamento de uma obra relacionada ao plano de melhorias estruturais para o Mundial. O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Brasília foi retirado da Matriz de Responsabilidades e não ficará pronto para ser utilizado durante o torneio.

A obra tem orçamento previsto em R$ 276,9 milhões e teve início em 2009, mas está parada desde abril de 2011 por suspeita de fraudes durante o processo de licitação.

Em entrevista ao portal UOL, o vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filippelli, disse que a obra será licitada novamente e deve ficar pronta em 2014, mas não para a Copa do Mundo.

O VLT era considerado uma obra importantíssima para a mobilidade do público durante o Mundial. Agora, ainda segundo Filippelli, deve ser criado um corredor expresso para ônibus numa rodovia que liga o aeroporto ao centro da capital.

Em Brasília, o novo estádio Mané Garrincha irá receber sete jogos no Mundial, incluindo a disputa pelo terceiro lugar no dia 12 de julho.

* * *

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O AUTÊNTICO MASCOTE DA COPA.





RATOS E HOMENS -

Ratos e homens
 
(11.09.12)
Por José Roberto Guzzo,
jornalista

Quando o ex-presidente Lula indicou o nome do procurador Joaquim Barbosa para o STF, em 2003, aplaudiu a si mesmo por mais esse lance da genialidade política que lhe é atribuída. Tomava-se, com isso, “o primeiro presidente deste país” a levar um negro à mais alta corte de Justiça do Brasil - o que não é bem assim, pois antes de Barbosa o STF teve dois ministros mulatos, já esquecidos na bruma dos tempos.
 

Mas o que vale nas coisas da política, em geral, é o que se diz - e o que se disse é que havia ali um plano magistral. O novo ministro, agradecido pela honra recebida, seria um belo amigo do governo nas horas difíceis. Acontece que os melhores planos, muitas vezes, não acabam em bons resultados; o que decide tudo, no fim das contas, são os azares da vida.
 

O grande problema para Lula foi que o único negro disponível para ocupar o cargo era Joaquim Barbosa - e ali estava, possivelmente, uma das pessoas menos indicadas para fazer o que esperavam dele.
Para começo de conversa, Barbosa dá a impressão de detestar, positivamente, o rótulo de primeiro “ministro negro” do STF. Não quer que pensem que está lá para preencher alguma espécie de “cota”; a única razão de sua presença no STF, julga o ministro, são seus méritos de jurista, adquiridos em anos de trabalho duríssimo e sem a ajuda de ninguém. Nunca precisou do apoio da “comunidade negra”, nem da secretaria da igualdade racial, ou coisa que o valha.
 

Também não parece se impressionar, nem um pouco, com gente de origem humilde. É filho de um pedreiro do interior de Minas Gerais, tomou-se arrimo de família na adolescência e ao contrário de Lula, que não bate ponto desde que virou líder sindical, em 1975, Barbosa começou a trabalhar aos 16 anos de idade e não parou até hoje.
O ministro, além disso, é homem de personalidade notoriamente difícil, sujeita a ásperas mudanças de humor e estoques perigosamente baixos de paciência. É atormentado por uma hérnia de disco que lhe causa dores cruéis e o obriga muitas vezes a ficar de pé durante as sessões do STF. É, em suma, o tipo de pessoa que se deve tratar com cuidado.
 

Lula e o PT fizeram justamente o contrário. Quando Barbosa se tornou relator no processo do mensalão, em 2006, continuaram apostando todas as fichas na histórica impunidade com que são premiados no Brasil réus poderosos e capazes de pagar advogados caros. Descobriram, agora, que o trabalho de Barbosa puxou as condenações em massa no julgamento do mensalão -  e jogou uma banana de dinamite no sistema de corrupção que há dez anos envenena a vida pública no Brasil.
A primeira trovoada séria veio quando o ministro aceitou a denúncia da procuradoria contra os quarenta do mensalão. Na época, o único deles com cabeça foi o ex-secretário-geral do PT Silvio “Land Rover” Pereira; não contestou a acusação, foi punido com prestação de “serviços comunitários” e acabou resolvendo seu caso a preço de custo.
 

Os demais, guiados pelo farol de Lula, preferiram ficar debochando. Durante o tempo todo, ele sustentou que o mensalão “nunca existiu”. Quando o julgamento começou, disse que não iria acompanhar nada: “Tenho mais o que fazer”.
 

Delúbio Soares, operador-mor do guichê de pagamento do esquema, afirmou que tudo iria acabar em “piada de salão”.
 

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, garantiu que o povo estava interessado, mesmo, é na novela das 9. O que queriam com isso? Imaginavam que Joaquim Barbosa, trabalhando como um burro de carga, com a tortura da dor nos quadris e seu temperamento de porco-espinho, estava achando engraçado ouvir que o seu esforço era uma palhaçada inútil?
 

Lula e sua tropa tinham certeza de que o processo iria se arrastar até o Dia do Juízo Final. O ministro Barbosa, hoje, poderia dizer: “Não contavam com a minha astúcia”. No caso, sua astúcia foi entender a diferença entre “muito tempo” e “nunca”. Tudo seria demorado, claro. Mas ele tinha certeza de que terminaria o seu trabalho - e que os 80% de popularidade de Lula, aí, não iriam servir para nada.
Em sua curta obra-prima "Ratos e Homens", um dos clássicos da literatura populista americana, John Steinbeck se inspira num antigo poema escocês para nos dizer que os mais bem cuidados planos deste mundo, sejam feitos por ratos ou por homens, são coisas frágeis; podem ser desfeitos pela roda do acaso, que é indiferente tanto aos projetos mais humildes quanto aos mais ambiciosos, e só acabam deixando mágoa e dor.
 

Joaquim Barbosa talvez faça com que os mensaleiros se lembrem disso por muito tempo.

MARIO MONTI- PRIMEIRO-MINISTRO DA ITÁLIA!

 PRIMEIRO-MINISTRO DA ITÁLIA!
        
(El País-26) O primeiro ministro italiano disse em entrevista a CNN que não optará à reeleição nas eleições gerais de abril de 2013. “Creio que é importante que o jogo político se retome na Itália, espero que com maior grau de responsabilidade e maturidade”, afirmou o primeiro-ministro, que chegou ao poder em novembro passado.
       
 De perfil tecnocrata, Monti é o grande promotor das reformas na Itália, que foram bem recebidas pela União Europeia e os EUA. Ele afirmou que apesar dos sacrifícios coletivos que foram exigidos, “o povo italiano se comportou com alto grau de responsabilidade”, e concluiu dizendo que a direção adotada pelos membros da Eurozona é correta, em parte porque a Itália não faz parte mais dois países de risco.
  (CM)     

* * *
Já  aqui  no  Brasil, essa corja  não larga  o  osso nem  a  pau.

VOTO CONSCIENTE- RUSSOMANO E O LARANJAL DA DELTA

Russomanno na casa do Abbud, com Adir Assad e o presidente estadual do PRB

Veja como esse mundo é mesmo pequeno. Quem poderia imaginar uma festinha entre os fornecedores de notas fiscais do laranjal da Delta Construções Adir Assad e Marcelo Abbud (leia mais em Se a PF procurar, acha) com o líder das pesquisas em São Paulo, Celso Russomanno?

Pois a imagem aí de cima mostra tudo isso e mais alguns personagens, como o presidente estadual do PRB, Vinicius Carvalho, em uma alegre noite de maio deste ano na casa de Abbud. Qual será a justificativa de Russomanno para conviver tão intimamente com essa dupla que a Delta e outras grandes empreiteiras usam para lavar dinheiro? Será que ano eleitoral é também ano de fazer novas amizades?

Para quem não lembra, Assad e seu sócio Abbud estão por trás de um conjunto de empresas fantasmas identificado pelo Coaf como destinatário de pelo menos 93 milhões de reais em recursos da empreiteira de Fernando Cavendish, entre janeiro de 2010 e julho de 2011. Registradas no nome de laranjas, as empresas foram abertas nos anos eleitorais de 2008 e 2010.

Mas a dinheirama não foi usada para abonar serviços de engenharia. Ela saiu do caixa da Delta principalmente para pagar propina a servidores públicos e abastecer caixa dois de campanhas eleitorais. O esquema de Assad e Abbud está tão enraizado nos partidos que o seu silêncio na CPI mista do Cachoeira é garantido a peso de ouro.
 
Por Lauro Jardim

Lauro Jardim

Radar on-line

com Robson Bonin, Thiago Prado e Severino Motta
 

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Cúpula da Câmara ganha em média R$ 44 mil

Levantamento exclusivo feito pelo Congresso em Foco revela que grupo de cinco servidores que dirigiu a Casa nos últimos anos, além do atual presidente do Sindilegis, custou cerca de R$ 4 milhões aos cofres públicos num período de 18 meses.

Num período de 18 meses, a Câmara dos Deputados gastou R$ 4 milhões apenas com os salários de cinco dos seus funcionários. Trata-se de um seleto grupo de cinco servidores que, há mais de 20 anos, ocupa os principais cargos de direção da Casa. Entre janeiro de 2010 e junho do ano passado, esses servidores, atuais e antigos diretores e secretários da Casa, além do presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo (Sindilegis), receberam, cada um, ao menos R$ 728 mil. É o que revela levantamento exclusivo feito pelo Congresso em Foco, com base em registros da própria Câmara.

Em média, cada um dos integrantes desse seleto grupo recebeu R$ 44 mil brutos por mês no período, ou R$ 28 mil líquidos. Segundo a Constituição, nenhum funcionário público pode ganhar mais que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que recebem mensalmente R$ 26.723 brutos. Esse valor é o teto salarial do funcionalismo.
Procurada, a assessoria de imprensa da Câmara disse que, feitas as retenções para adaptar os vencimentos aos tetos, o chamado “abate-teto”, os valores pagos a cada um foram “consideravelmente menores”.

LEIA MAIS  AQUI EM  CONGRESSO  EM  FOCO 

LEIA TAMBÉM :

Veja os pagamentos feitos à Cúpula da Câmara
Tudo sobre supersalários 

 

BANCO SANTANDER REQUEREU O IMPEDIMENTO DA MINISTRA ROSA WEBER.

GRATIFICAÇÕES SEMESTRAIS – BANCO SANTANDER REQUEREU O IMPEDIMENTO DA MINISTRA ROSA WEBER.


26/09/2012

Por meio de petição protocolada no Supremo Tribunal Federal – STF, na última sexta-feira e que somente ontem foi juntada aos autos, o Banco Santander requereu que seja declarado o impedimento da Ministra Rosa Weber para julgar o processo das gratificações semestrais. Argumentou o Banco que a Ministra em questão já havia participado do julgamento na Seção de Dissídios Individuais-SDI do Tribunal Superior do Trabalho-TST quando o processo ali se encontrava, estando impedida, portanto, no seu entendimento, de participar do julgamento do mesmo caso no STF.
 
Como se trata de questão nova, que somente ontem passou a constar dos autos do processo, os nossos advogados estão analisando o assunto, para avaliar as possibilidades de que o impedimento pretendido pelo Banco venha a ser acolhido e as possíveis consequências no andamento do processo.
 
AFABESP – DIRETORIA

* *  *
 

10 milhões de reais - saindo pelo ralo.

10 milhões de reais

Banda celebra três décadas de existência

Além da autorização para captar 8,6 milhões de reais via lei Rouanet, o Barão Vermelho terá mais um incentivo fiscal para celebrar seus trinta anos de carreira.
A noite nunca tem fim: 30 anos de Barão será um documentário produzido pela Conspiração Filmes por 1,4 milhão de reais via incentivo da Ancine.
 
Por Lauro Jardim

RADAR ONLINE

Governo federal abandona programa de combate ao tráfico usando bandona programa de combate ao tráfico usando aviões-robôs |


Sem manutenção, avião antitráfico não voa desde janeiro


Uma das estrelas da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT), em 2010, o avião não tripulado que seria a principal arma para combater o tráfico de drogas nas fronteiras não voa desde janeiro deste ano por falta de contrato de manutenção.

Uma cláusula da compra do sistema, feito junto à empresa israelense IAI (Israel Aerospace Industries), impede a aeronave de voar sem o contrato de manutenção. 

A  manutenção não é só para eventuais reparos do avião em caso de acidente.
 Ela inclui a checagem do equipamento, altamente sofisticado, antes de toda decolagem.

Os Vants (veículos aéreos não tripulado) são aeronaves controladas remotamente, a partir de uma base em terra. 
A versão comprada pela PF é capaz de fotografar o rosto de um traficante a 9.000 metros de altitude, segundo a empresa israelense.

O sistema completo consumiu cerca de R$ 80 milhões, de acordo com a PF. Inclui uma estação terrestre, equipamentos ópticos que registram e transmitem imagens para uma base terrestre e um segundo Vant que ainda não chegou ao Brasil.

No primeiro ano do governo Dilma, a PF anunciou que o projeto inteiro estava orçado em R$ 655 milhões. O pacote incluía 14 Vants e quatro estações terrestres: no Paraná, em Brasília, em Rondônia e no Estado do Amazonas. O conjunto seria suficiente para patrulhar os 15.791 quilômetros da fronteira terrestre brasileira, de acordo com o projeto original.

Uma única estação saiu do papel, em São Miguel do Iguaçu (PR), ao lado de Foz de Iguaçu, na tríplice fronteira.
Foi inaugurada em novembro de 2011, pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso. Desde então, o projeto já sofreu com falta de combustível e até de uma carreta para transportar o Vant.

O avião voou 400 horas e identificou cerca de 1.200 alvos críticos, como portos e barcos clandestinos.
 Parou no fim do ano passado porque acabaram as horas de treinamento que a empresa israelense incluiu na venda. 
Daí a necessidade do contrato de manutenção.

A PF diz que não pode informar sobre o futuro cronograma do projeto por se tratar de “informação reservada”. 
O contrato de manutenção ainda não foi finalizado, segundo a polícia, porque está em fase de “discussão técnica”. 
A instituição considera “normal” o prazo da administração pública. 
A manutenção será feita por uma empresa brasileira, que receberá treinamento do fabricante israelense.

A Folha apurou que a PF teme os termos do contrato depois que o Tribunal de Contas da União (TCU) considerou desproporcional o custo do treinamento dos 13 pilotos que estavam previstos no projeto original: 
R$ 24,3 milhões, ou R$ 1,9 milhão por piloto. O treinamento consumiu 31% do custo total do projeto.

O preço supera o valor gasto pela Força Aérea Brasileira (FAB) para treinar seus pilotos de Vants. Defensores do projeto da PF dizem que o Vant da instituição é mais complexo que o da FAB.

 O custo ficou alto, segundo essa visão, porque o treinamento levou em conta que o projeto seria implantado integralmente, com 14 aviões e quatro bases terrestres. Se isso tivesse ocorrido, o treinamento corresponderia a 3,8% dos R$ 655 milhões previstos.

PODER AEREO

FONTE: Folha de São Paulo (reportagem de Mário Cesar Carvalho)
* * * 

terça-feira, 25 de setembro de 2012

DILMA NA ONU . . .

Charge  Ferrão  do  Humor...
25/09/2012
às 20:30
 
Por Reinaldo Azevedo

Discurso insano sobre o Oriente Médio – Dilma diz uma monumental tolice sobre a suposta “islamofobia” e sobre Israel

No post anterior, está a íntegra do discurso de Dilma Rousseff na ONU. Infelizmente, há várias mistificações e imprecisões no que concerne à realidade interna do Brasil, à nossa história recente. Sem pejo, diria até “sem pudor”, Dilma alardeou para o mundo, na hipótese de que o mundo tenha dado alguma bola, algumas inverdades que servem apenas à guerrilha eleitoral em solo pátrio. Como diria Padre Vieira, “pelo costume, quase se não sente”. A identidade do PT está a permanente reinvenção da história. O partido roubou para si, como se sabe, até a estabilidade econômica. Havendo tempo, comento esses aspectos menores.

(. . .)

Leia a íntegra do discurso tosco de Dilma Rousseff na ONU

A presidente Dilma Rousseff fez o discurso inaugural da Assembleia Geral da ONU, conforme cabe por tradição ao chefe de estado do Brasil. Abaixo, segue a íntegra. Disse duas ou três coisas certas e uma porção de mistifcações e sandices.  Era errada a impressão de que a política externa brasileira havia passado por uma inflexão no governo Dilma. A presidente, em muitos aspectos, conseguiu fazer um discurso ainda mais raso e tosco do que aqueles que tão bem caracterizaram seu antecessor. Infelizmente, esses são os fatos. Segue  a íntegra. Comento no próximo post.
(. . . )

 

GREVE DOS BANCÁRIOS PRÓXIMA DO FIM


25/09/2012 20h13 - Atualizado em 25/09/2012 20h14

Comando recomenda fim da greve dos bancários após nova proposta

Fenaban ofereceu reajuste de 7,5%.
Sindicatos farão assembleias nesta quarta para avaliar proposta. 

 Do G1, em São Paulo

O comando de greve dos bancários decidiu, nesta terça-feira (25), orientar os sindicatos da categoria a aceitarem a nova proposta de reajuste apresentada pelos bancos. Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), os sindicatos deverão realizar assembleias na tarde de quarta para avaliar a proposta.

Continua . . .

GLOBO.COM - G1 ECONOMIA

 

SENADO DECIDE ARCAR COM IMPOSTO DE RENDA DE SENADORES - Sabe o que isso significa? Que além de pagar o seu , voce acaba bancando o imposto de renda deles também..

A Receita Federal enviou cobrança dos impostos devidos em agosto deste ano. A mesa diretora reconheceu que o erro não foi dos senadores

A mesa diretora do Senado decidiu nesta terça-feira que a Casa irá arcar com o pagamento do imposto de renda devido pelos senadores sobre os décimo quarto e décimo quinto salários nos anos de 2007 a 2011. A Receita Federal enviou cobrança dos impostos devidos em agosto deste ano.

De acordo com o primeiro vice-presidente do Senado, Aníbal Diniz (PT-AC), a mesa diretora reconheceu que a falha não foi dos senadores, uma vez que o Senado deveria ter retido os impostos na fonte. Quando a Receita enviou a cobrança, o presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP), explicou que havia o entendimento de que, por se tratar de verba rescisória, não caberia cobrança de imposto de renda sobre 14º e 15º salários.

“A partir da votação pelo fim dessas verbas rescisórias, ficou uma dúvida em relação aos pagamentos anteriores. A própria Casa reconhece que não foi culpa dos senadores e que, se houve falha, foi dela. Então, ela vai arcar [com o pagamento]”, declarou o primeiro vice-presidente. Ainda de acordo com Diniz, o pagamento deverá ser feito até outubro, quando se encerra o prazo de cobrança da Receita Federal.

Nem o senador Aníbal Diniz, nem a assessoria de comunicação do Senado, souberam informar qual será o valor desembolsado para o pagamento dos impostos devidos pelos senadores. Tão logo tenha a informação, a assessoria deverá divulgar uma nota à imprensa.

BAND.COM
* * *  


segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Hélio Bicudo Fundador do PT de Lula e Dilma da Petrobrás- Manifesto em Defesa da Democracia

Homem de coragem, indignado com os rumos do partido, nas mãos de pessoas como Lula e Dilma, lembrete Dilma filiou-se ao PT em 2001. 
Este depoimento  do  Senhor  Hélio  Bicudo  é de  2010, foi  pouco  divulgado, merece  o  nosso  respeito.

 

DECÁLOGOS


DOIS DECÁLOGOS


Enviado por Wanderlam Gama
Garimpado do  Blog  LILICARABINA

Carta aberta ao jornalista Chico Pinheiro

Carta aberta ao jornalista Chico Pinheiro

Espero que o senhor tenha tido a oportunidade de assistir ao quadro “SOLETRANDO” no programa Caldeirão do Huck, no sábado, dia 25 de Agosto, coincidentemente o dia que se comemorava o Dia do Soldado, data em que se homenageia a figura de Duque de Caxias, insigne herói e patrono do Exército Brasileiro, 1ª instituição em credibilidade nas diversas pesquisas realizadas no Brasil.
O programa é da mesma emissora que lhe paga para você destilar o ódio e falar o que quiser, mesmo que para isso tenha que atacar e vomitar raiva, como fez recentemente,no tele jornal BOM DIA BRASIL, em matéria sobre o resultado do IDEB, onde das 30 melhores escolas públicas do país, DEZ SÃO MILITARES.
Ali, o senhor  fez o que pode para atacar e tentar desmerecer a posição de destaque alcançada por Colégios Militares do Exército e da Polícia Militar. Só não conseguiu porque  Rodrigo Pimentel,ex-aluno do Colégio Militar e mesmo sendo atacado por você, soube defender a instituição que tão bem conhece.
Pois bem, no referido programa, acima citado, dois jovens alunos, um menino de Recife e uma menina de Manaus, travaram uma batalha cultural, poucas vezes vista naquele programa, demonstrando enorme conhecimento da nossa língua portuguesa. Passaram mais de vinte minutos, soletrando e acertando diversas palavras, que segundo o Professor Sérgio Nogueira, eram palavras dificílimas e pouco usuais no nosso dia-a-dia.
Depois de muito tempo a menina errou uma palavra e foi desclassificada. E o que isso tem com o assunto de escolas militares. É que os dois jovens são alunos de Colégios Militares do Exército. A menina é do Colégio Militar de Manaus e o garoto é do Colégio Militar de Recife.
Assim como no IDEB, eles passaram por um concurso e uma avaliação nacional. Ultrapassaram e venceram vários concorrentes, por seus méritos e por sua formação chegaram à semifinal do programa Soletrando, sendo que o rapaz, ao vencer sua concorrente, já está nas finais do programa.
Diferentemente do que o senhor falou no BOM DIA BRASIL, nos Colégio Militares não é do tipo: “eu mando e você obedece”. Isso chama-se muito estudo,disciplina e hierarquia, que deve existir até no seu emprego. Experimente chegar atrasado, drogado, ou bêbado, na Globo, na hora de apresentar seu jornal, ou ainda, fale mal do seu chefe e veja o que vai acontecer.
Isso não é militarismo, é disciplina e hierarquia, que serve para todos os segmentos da sociedade e de nossa vida. Nos Colégio Militares os professores não faltam, não fazem greve, cumprem horários. Os alunos também cumprem os horários e respeitam os mais velhos, principalmente os professores.
Falo em meu nome, mas tenho certeza que os militares acham que você não precisa falar bem deles e de suas organizações militares em seus programas, mas pedem e exigem que o senhor respeite,  elogie e concorde com o que diz o Ministério da Educação,Órgão Federal do Executivo, do  QUAL FIZ PARTE COMO FUNCIONÁRIA DURANTE 30 ANOS DA MINHA VIDA, no cargo de Técnica em Assuntos Educacionais, Nível Superior,  que faz  parte  de um governo que deve ter a sua matiz e  que não deve ser contestada: o ensino nos colégios, administrados pelos militares, está entre os melhores do país.
Por que o senhor  não desfila o mesmo ódio pelos "maus feitos" ocorridos nos segmentos do governo, tais como "mensalão", "dinheiro na cueca"  e tantos outros desvios de condutas de políticos ligados ao governo.
O resto é demagogia e incompetência, inclusive de quem ignora isso ao noticiar essa verdade em rede nacional de televisão.
Por coincidência nesse sábado, 1 de setembro, mais um jovem se classificou para as finais do Soletrando e sabe onde ele estuda, no Colégio Militar de Porto Alegre.
Como disse Luciano Huck, no programa de ontem:
- "Teremos uma final do Soletrando, com três alunos só de Colégios Militares do Exército.
É isso aí, seja pelo menos coerente e pense antes de tecer comentários e opiniões que só dizem respeito ao senhor mesmo.
Maria Helena ---Professora, Pedagoga, Bacharel em Direito, Pós-Graduada em Gerenciamento e Administração de Recursos Humanos
Obs.- Recebi  por e-mail  em 23.09.2012 às 20.30h do  amigo  de  Curitiba  Josely.

Sepúlveda Pertence deixa Comissão de Ética -

Insatisfeito com Dilma, Sepúlveda Pertence deixa Comissão de Ética 

Portal TerraDiogo Alcântara
O presidente da Comissão de Ética Pública da Presidência, Sepúlveda Pertence, pediu demissão do cargo nesta segunda-feira. O conselheiro teria mandato até o fim do ano que vem, mas se mostrou insatisfeito com a decisão da presidente Dilma Rousseff em trocar os conselheiros Fábio Coutinho e Marília Muricy. Ambos poderiam ter seus mandatos renovados, mas a insatisfação da presidente com relatorias dos dois fez com que ela os substituísse.
"Lamento a não recondução de nomes que eu tive a honra de indicar", disse Sepúlveda

"Lamento a não recondução que ao que parece-me é um fato inédito na história da comissão sobre dois nomes que eu tive a honra de indicar", disse Sepúlveda, após empossar os novos conselheiros Marcello Alencar de Araújo, Mauro de Azevedo Menezes e Antônio Modesto da Silveira. "Não há um motivo determinante (para a saída), apenas houve uma mudança radical na composição da comissão", acrescentou.

(...)CONTINUA . . .  AQUI

GLOBO AMEAÇADA - Dirigentes globais foram “desaconselhados” por “emissários do governo” a não tentarem uma entrevista exclusiva com o publicitário Marcos Valério.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

 

Pressão e censura feitas pelos petralhas do governo forçam mudança no comando da Rede Globo

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Exclusivo - O executivo Octávio Florisbal será substituído da Direção-Geral da Rede Globo porque cansou de suportar as pressões diretas e indiretas do governo, sempre que o jornalismo da emissora detonava matérias negativas contra os esquemas petralhas e de seus aliados. Alegando que a maior rede de televisão do País não pode aceitar se submeter à censura, Florisbal pediu aos irmãos Roberto Irineu e João Roberto Marinho para sair do cargo que será ocupado por alguém com sangue mais frio para suportar tentativas constantes de ingerências políticas: o jornalista Carlos Henrique Schroder – atual diretor-geral de Jornalismo e Esportes.

A versão de que a família Marinho preferiu se blindar contra as armações político-econômicas dos petralhas no poder vazou entre conversas de lobistas que trabalham para importantes afiliadas da Rede Globo. Os irmãos Marinho aceitaram a troca de Florisbal por Schroder porque as pressões sobre a Globo aumentaram, de forma insuportável, depois que o julgamento do Mensalão no STF ganhou os impensáveis desfechos de condenação para os principais réus políticos.


Dirigentes globais foram “desaconselhados” por “emissários do governo” a não tentarem uma entrevista exclusiva com o publicitário Marcos Valério. Muito menos a Globo deveria cogitar de comprar e veicular o conteúdo das tais quatro bombásticas fitas que Valério teria mandado um famoso cineasta gravar e editar para comprometer o ex-presidente Lula da Silva e a cúpula do PT com os mafiosos esquemas do Mensalão. O comando das Orgnizações Globo preferiu acreditar nas ameaças e anunciou, depressa, a programada e futura substituição de Florisbal por Schroder. O ex-diretor-geral – que cansou de sofrer pressões – acabou “promovido” para um cargo no novo conselho da emissora, cujos sócios são os herdeiros do falecido Roberto Marinho.


Bronca maior

Além de neutralizar a televisão Globo, a máquina de censura petralha gostaria muito de atingir três jornalistas que operam a contra-ofensiva da família Marinho no jornal O Globo.

Merval Pereira, Ricardo Noblat e Miriam Leitão – que publicam artigos mais contundentes contra os esquemas mafiosos no governo federal – são os alvos preferenciais da petralhada.

Se a pressão sobre os controladores da Globo aumentar e se tornar insuportável, pode sobrar alguma malvadeza contra um dos três. 



© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Setembro de 2012.

domingo, 23 de setembro de 2012

JULGAMENTO DO MENSALÃO - a hora do chefe da quadrilha se aproxima

Mensalão: a hora do chefe da quadrilha se aproxima

 José Dirceu, o chefe da quadrilha do mensalão

Ex-ministro da Casa Civil afirma que não há provas contra ele; os autos, entretanto, demonstram o papel do petista na engrenagem do esquema

"A atuação voluntária e consciente do ex ministro José Dirceu no esquema garantiu às instituições financeiras, empresas privadas e terceiros envolvidos que nada lhes aconteceria, como de fato não aconteceu até a eclosão do escândalo" 


Continua . . . VEJA/ABRIL

AMANHÃ (O ASTRO REI VAI BRILHAR) - GUILHERME ARANTES.

Há dois anos  postei  esse vídeo na  esperança de dias  melhores - "Amanhã, mesmo que uns não queiram será de outros que esperam ver o dia raiar..."

IGREJA E PEDOFILIA - Padre polonês obriga crianças a lamber creme em seus joelhos

Ontem assistindo  o  JN, JSBT, GN  todos  noticiaram  sobre  abusos cometidos por sacerdotes investigados no estado de Victoria  entre a década de 1960 e 1980
A igreja católica confirmou 620 casos de abusos sexuais contra menores cometidos na Austrália por sacerdotes desde a década de 30, uma revelação inédita no país, informou neste sábado a imprensa local. O arcebispo de Melbourne, Denis Hart, classificou de "horríveis e vergonhosos" os números que aparecem em um relatório entregue para a comissão que investiga no Parlamento do estado de Victoria casos de pedofilia cometidos em várias ordens religiosas.  
Não  obstante  essas  notícias, pesquisando  outras  informações  nad  parecida com essa, dei de cara  com uma cerimônia  de " iniciação  em escola polonesa. 

"Uma vez mais o círculo clerical deixa em dúvida seu amor ao próximo, sobretudo quando os próximos são menores. Desta vez trata-se de uma espécie de iniciação ou batismo onde os alunos de um colégio devem realizar coisas pouco convencionais -eu diria fetichistas- como ajoelhar para lamber creme batido que padres aplicam nos joelhos ou subir e descer degraus engatinhando. Tudo foi documentado em fotos nas quais, em sua maioria, o protagonista é o padre Marcin Kozyra, que é o diretor do colégio doColégio Salesiano de Lublin, cidade ao sul da Polônia.

As fotografias chegaram a mãos dos pais de família, que de imediato comunicaram às autoridades. No entanto, Kozyra afirma que nunca antes os estudantes nem os pais tinham alguma queixa do ritual, inclusive a promotoria local disse que os atos do religioso não são considerados delito nem têm alguma conotação sexual, ainda que sim excedem "os limites do bom gosto".

O caso chama mais a atenção já que não é novidade alguma que autoridades eclesiásticas apareçam de forma recorrente em manchetes onde protagonizam diferentes polêmicas de caráter sexual com menores, que acaba por acrescentar um ingrediente mais escabroso a este ritual.

Não existe nenhuma conotação sexual em lamber creme no joelho de um padre? Então tá então... vivendo e aprendendo"
 
São 30 fotos que  voce  poderá  conferir aqui  em  METAMORFOSE  DIGITAL

CRIMINOSOS CANDIDATOS

Polícia de olho
em candidatos
ligados ao crime

Setores de Inteligência das polícias identificam no Nordeste vários candidatos com fortes vinculações ao tráfico de drogas, ao roubo de cargas de caminhões e a até a um crime comum na região, o furto de senha de cartões de créditos, os “cartõeseiros”. Bem sucedidos em suas atividades criminosas, esses bandidos acumularam fortunas e entenderam que agora precisam buscar poder político, nas eleições.(Claudio  Humberto)
* * * 
Obs. Sem  falar  nos  bicheiros  candidatos a vereador, tudo isso, provavelmente  no  Brasil  como um  todo.

* * *